12/09/2013

Opinião do livro - O livro do Amanhã

Hi flores que amam ler, lamento imenso a minha ausência, anda muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, na minha vida. E acabo por perder-me um pouco da minha rotina. 
Acho que nunca mencionei isto, mas uma das minhas escritoras favoritas é a Cecelia Ahern. E eu tenho vários livros nela na minha prateleira. Talvez vocês a conheçam como a escritora do 'Ps: I Love You', que depois foi baseado num filme. Mas eu só comecei a gostar da sua escrita depois de ler o Where Rainbows End. Que só está disponível em inglês. Como a maioria dos livros que leio estão em inglês, logo não é problema para mim.
Hoje vim falar do primeiro livro que li da escritora. Comprei-o ao acaso há algum tempo atrás, estava em promoção. Chama-se The book of Tomorrow (O livro do amanhã), comprei-o em português, ainda procurei pela loja em inglês, mas não havia. Queres saber mais?

Sinopse: Tamara Goodwin têm dezasseis anos e vive confortavelmente numa mansão moderna com seis quartos, habituada a ter tudo o que quer quando quer. Mas, o seu pai morre deixando inúmeras dívidas, Tamara e a mãe não têm alternativa senão vender tudo e ir viver com parentes para um lugar distante e isolado junto ao castelo de Kilsaney. Para Tamara o choque parece inultrapassável, até que um dia uma biblioteca itinerante chega à vila trazendo consigo um misterioso livro encadernado a couro e fechado com um cadeado dourado. O que a jovem descobre entre as páginas está prestes a mudar toda a perceção do presente...

Opinião: A Tamara é uma jovem muito mimada. E quando o seu pai suicida-se, um pai que ela mal fala sem haver uma discussão, ela teve que crescer rápido. A mãe tornará-se um 'zombie', ironicamente, porque não era ela própria, tinha perdido o marido, o gosto à vida e nunca passará da fase de luto.
A sua casa era uma mansão, em frente da praia, e Tamara descobre maneira de sair do quarto à noite, bebia álcool, vestia roupas caras, andava com todos os rapazes. A sua vida de luxo acaba por ser substituída, ela e a mãe vão viver com os tios, de classe média baixa. A tia Rosaleen é muito controladora e o tio Arthur é pouco conversador.
Tudo muda quando a campainha toca, um bibliotecário, daquelas bibliotecas andantes (numa carrinha), andava à procura de uma casa, para entregar um livro. Ele era bonito, e Tamara logo demonstrou interesse nele. Ela, na carrinha de Marcus encontra um livro misterioso. E ela própria admite não gostar de ler, mas a curiosidade foi superior. O livro estava fechado a cadeado. Ela fica com ele. O livro é um diário, onde está escrito a sua letra, mas a data é do dia seguinte. E apesar de ela não ter escrito nada. Os acontecimentos escritos pela sua letra, acontecem no dia seguinte.

Conclusão: O livro é narrado pela Tamara. O que apaixonou-me no livro foi o facto da protagonista ter vários segredos, que nem ela sabia. E os interesses românticos que ela têm. Apesar do livro não ser em volta de um romance, mas sim a volta dos seus segredos e do mistérioso livro. Ela descobre o outro lado se si. No início era mimada, egoísta e mal educada. Acaba por mudar.
A minha personagem favorita foi o Weseley. Apesar de ele só aparecer a partir da metade do livro. Tal como a acção. Que surge mais no final.
Gostei do modo como a autora fez todos os acontecimentos encaixarem-se, chega a ser genial a maneira com ela consegue introduzir cada um dos factos de modo a condizer com o que foi dito do tal livro que a personagem encontra. E o final? É incrível! Acho que posso dizer que se não fosse o desfecho não teria gostado do livro, mas ele foi o suficiente para que eu percebesse que foi realmente a Cecelia Ahern quem escreveu esse livro.

8 comentários:

  1. Nyah :3 Voltei !!! Myo-chan se lembra de mim? Ne ne, gomene o tempo que estive fora, mas agora que voltei vou acompanhar em todas as postagens >.<
    Kissus de baunilha!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hi! Sim, claro que me lembro do OUT *--*
      Ainda bem que voltou :)
      Beijinhos.
      Ps: vou já ver o OUT >.<

      Eliminar
  2. Quando falaste na autora tinha a certeza que não a conhecia mas vi que estava errada quando falaste no livro PS I love you.
    Quando vi o título do livro pensei que era um que desejo IMENSO (mas já não sei o título :´() ler mas afinal não.
    Parece-me um bocado cliché esse assunto de rapariga mimada que se torna numa pessoa melhor não?
    Não queres escrever aí a última página do livro? ;)

    R: Ama o Tate! Ele fez uma coisa horrível mas ele ainda não estava in love pela Violet. Ele é um fofo! Só a [Violet] tenta proteger. A Constance... ela tem duas facetas mas a que predomina é a má.
    Na série o casal amoroso não ficou junto mas o Tate disse 'i´ll wait. forever if i have too'. E eu realmente tenho fé nele. Aliás, quem consegue viver na mesma casa em que a alma gémea vive também sem nunca falarem? Eu acredito que eles no final ficam juntos (deixa-me ser feliz).
    E deixa-me só deixar aqui uma última opinião: eu não admito que a vivien tenha perdoado o ben (por causa da traição) mas a violet não possa perdoar o Tate. É praticamente a mesma coisa tirando a parte que a mãe morreu por causa do bebé. Mas e quê? Ela era infeliz e no final já não. E também tenho a dizer que se não fosse ela talvez a Violet o perdoasse porque a mãe é que falou que o Tate não merecia ser perdoado.

    Ah, claro, também (quase) nunca deixo um comentário sobre a ilustração ou layout. Eu até disse no início do post que podiam levar para a brincadeira mas que havia partes a que deviam prestar atenção.

    O link é este: http://www.youtube.com/watch?v=IoPMjcLyMkA

    ps: desculpa pelo comentário enorme

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também torço pela Temperence e o Booth (já estão juntos e têm um filho) e pelaa Kensi e o Deeks (a última temporada o último contacto entre as personagens foi um beijo!)
      sei que a diferença de idades entre o Evan e a Taissa é um bocado grande mas "o amor não escolhe idades". E eles combinam *.*

      Eliminar
  3. Que coincidência! Esses dias vi "Juno" e antes do filme começar passou o trailer de "P.S I love you". Fiquei muito interessada e já pedi pro meu pai alugar. Pesquisei a autora na internet e me interessei por esse livro, que aparecia na Wikipédia.
    Parece interessante até, vou tentar achar algum site de e-books e ver se tem esse. Essa Tamara parece uma chata, mas no final do livro ela deve melhorar, não?
    Viciadas em Chiclete

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é aquela típica história de adolescente mimada que no final muda. Mas acho que vale a pena ler :)
      Eu pessoalmente adorei o filme Ps: I love you, mas o livro é muito melhor.

      Eliminar
  4. Ainda não sabia dessa escritora, mas conhecia Ps.:I Love You <3
    Where Rainbows End é bom ? O nome me chamou atenção.

    Esse livro também parece ser ótimo!
    É normal nos livros essas pessoas mimadas mudarem no final kkkk' Parece ser bem interessante. "Ela descobre o outro lado se si." Gostei c:
    Kiss ~ outras-faces.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Where Rainbows End é óptimo, eu só não faço uma resenha sobre ele, porque só existe à venda em inglês. E não esta acessível a toda a gente. Mas se és boa a inglês, aconselho-te. Mesmo que não sejas uma profissional do inglês, a história compreende-se facilmente.

      Realmente é verdade, é uma típica história.
      Obrigada :b

      Eliminar